Techonlogy

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Dicas para adolescentes - Dica 1 SIGA AS PLACAS, MAS NÃO SIGA O SEU CORAÇÃO. - Nicolas C. Sales

Dica 1
SIGA AS PLACAS, MAS NÃO SIGA O SEU CORAÇÃO.
           
É muito comum ouvirmos por aí, “faça o que está no seu coração”, “faça o que te faz feliz”. Cuidado com esses argumentos. Imagina uma pessoa que gosta de matar, o que deixa ela feliz é o fato de assassinar as pessoas. Então, ela usaria esse argumento para sustentar sua vida criminosa. Isso daria certo? Todos nós sabemos que não. Estou dando um exemplo exagerado? Acredite, existem pessoas que pensam assim. Muitos dizem que se você ama, então, você pode tudo. Não há pecado quando se tem amor. Esses argumentos são perigosos. Você pode me achar muito radical. Mas, às vezes nós temos que ser. Se não formos radicais com algumas questões, essas questões serão radicais com a gente.
Lembro quando saí do Rio de Janeiro para morar em Minas Gerais. Nunca tinha dirigido para outro estado sozinho, e meu GPS estava ruim. Então, o que eu tinha que fazer? Seguir as placas. Mas, era confuso seguir placas, eu estava perdido, e cansado de dirigir. Não conseguia pensar direito nos sentidos que as placas me mostravam. Com isso eu estava perdido cada vez mais. A principal placa, e GPS da nossa vida é a palavra de Deus. Uma característica bem marcante da adolescência é o fato da gente não querer ouvir ninguém. Ou ouvir somente o que nos convêm. Tipo, uma música, ou um filme. Não gostamos de ouvir nossos pais, dizemos sempre que eles não nos entendem, e que estão impedindo a nossa liberdade. O nosso coração nos trai. Isso é sério demais. Ele é enganoso. Os nossos desejos podem ser nossas piores prisões.
Não pensar nas consequências

Viver a vida sem pensar no dia de amanhã é uma proposta tentadora. Curtir a vida. Fazer aquilo que está a nossa vista. Tipo, “preciso ter histórias pra contar”. É uma frase bem comum. Mas, quem disse que estas histórias tem que ser sobre decisões ruins? O problema é que a gente só descobre que é ruim quando as consequências chegam. E elas não pedem licença quando chegam. Na vida somos como plantadores, isso mesmo. Plantamos coisas o tempo todo. Com certeza nós iremos colher aquilo que plantarmos. Isso é óbvio, não é mesmo? Por exemplo, se você plantar morango, logo, vai colher morango (isso se você cuidar). O problema é que tem muita gente plantando abacaxi e querendo colher morango. Eu sei que é bem difícil, porém dê lugar ao seu cérebro. O seu coração não sabe de nada.

Todo mundo erra

É fato que todo mundo erra. Alguns adultos querem cobrar perfeição dos adolescentes, sendo que nem eles são perfeitos. Ninguém é perfeito. As pessoas se esquecem disso. Os adolescentes estão em fase de construção, até mais do que os adultos. Mas não se engane! Uma coisa é você saber que não é perfeito, outra bem diferente, é usar isso como desculpas para errar. Nós não seremos perfeitos, mas precisamos ser coerentes. Procure SEGUIR suas placas. Uma dessas placas é justamente esse livro. Você já está dando um grande passo em parar pra ler esse livro chato, porém necessário. Fica aqui e continue lendo. Qualquer dúvida sobre algum tópico me procure.

            Tem espaço pra mais uma historinha minha. Não sei se você gosta de histórias pessoais, mas é rapidinha. Uma vez estava em um acampamento de carnaval, eu tinha uns 13 anos (isso que eu me lembre, sou horrível com datas). A gente zoava muito. Lembro que durante os quatro dias de acampamento se eu dormia quatro horas por dia era muito. Em uma dessas noites, nós resolvermos subir um morro que tinha lá perto. Estávamos em um lugar de praia, e tinha aquelas montanhas com matas bem fechadas e no alto uma cachoeira. Nós queríamos um pouco de aventura. Levantamos três e meia da manhã, e fomos decididos a chegar ao topo assim que o sol nascesse (esse era o nosso plano). Não foi o que aconteceu. Subíamos, subíamos e subíamos e nada. O nosso líder dizia, “siga o sol” (observou o detalhe, já estava sol. Lembra que o nosso plano era chegar antes do sol? Bem, o sol chegou primeiro). Conclusão, depois de alguns espinhos gigantes, e mosquitos gigantes decidimos descer. Porém estávamos perdidos. Não conseguíamos achar o caminho de jeito nenhum. Até que saímos no quintal da casa de alguém, cheio de cachorros. Corremos muito e quando achamos a rua. Adivinha! Estávamos bem longe do acampamento, bem longe mesmo. Tivemos que andar muito. Já disse que estávamos longe? Então, era longe.
            O que aprendi com tudo isso?Nunca saia sem um guia que saiba o caminho. Saber o caminho é essencial para não perdemos tempo na vida. Ter que voltar é muito ruim. Andar sem saber para onde ir é horrível. Essa história foi legal, por que o objetivo era se divertir mesmo. Mas, tem caminhos perdidos que podem não ter volta. Siga as placas corretamente. Queira chegar a algum lugar, e busque a direção certa. Vamos à próxima dica?

Lá na bíblia: “O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo?” Jeremias 17:9
EM BREVE PRÓXIMAS DICAS
Por
Nicolas C. Sales
Convites para pregações ou palestras
(35) 98884-3290

Nenhum comentário:

Postar um comentário